Ceia de Natal: o que comer e o que evitar após cirurgia

Existem vários tipos de roupas pós-cirúrgicas, uma para cada região do corpo. Descubra quais são as principais e quais são as suas funções.
Roupas pós-cirúrgicas: descubra a função de três delas
dezembro 13, 2017
Mostrar todos

Ceia de Natal: o que comer e o que evitar após cirurgia

Será que um paciente que realizou uma cirurgia plástica recentemente deve tomar cuidado com a ceia de Natal? Descubra a resposta neste artigo da Dra Alik.

Será que um paciente que realizou uma cirurgia plástica recentemente deve tomar cuidado com a ceia de Natal? Descubra a resposta neste artigo da Dra Alik.

O Natal se aproxima! A renovação da esperança, o encontro com a família e os amigos, a troca de presentes e a mesa cheia de comidas típicas são algumas das razões para este evento ser tão aguardado. Mas, será que um paciente que realizou uma cirurgia plástica recentemente deve tomar cuidado com a ceia de Natal?

A lipoescultura e a lipoaspiração são alguns procedimentos que exigem que o paciente mantenha uma alimentação saudável durante o pós-operatório. Já a rinoplastia e a mastopexia só exigem que o paciente mantenha uma dieta restrita em casos especiais. Porém, é importante saber que qualquer orientação médica será dada de acordo com a sua avaliação clínica.

Pode ser que você precise ter cuidados com a alimentação que alguém que realizou o mesmo procedimento não precisou ter. Tenha em mente que seguir com os cuidados pós-operatórios solicitados contribui para que o resultado da sua cirurgia seja como o esperado.

Dito isso, vamos ao que interessa: existe algum alimento da ceia de Natal que deve ser evitado após uma cirurgia? Novamente, essa restrição vai depender da sua avaliação clínica. A necessidade de tomar certos cuidados está ligada não só ao tipo de procedimento, como também do estado de saúde de cada paciente. Mas, é claro, que podemos evitar o consumo de certos alimentos – e devemos priorizar o de outros.

As nozes, por exemplo, combatem a inflamação e possuem um potencial cicatrizante. Essa capacidade também está nas lentilhas e na uva passa. As frutas, como a ameixa seca e o abacaxi, ajudam quem está sofrendo com intestino preso – um dos efeitos mais comum após qualquer cirurgia.

Cuidado com o consumo de carnes, como o chester e o peru. Evite consumir a pele e procure fervê-las antes de assá-las. Assim, é possível retirar o excesso de gordura que possuem. É bom também dar preferência para os alimentos assados em relação aos fritos. O consumo de bebida alcóolica também deve ser evitado.

E, por último, o principal cuidado: evite excessos. Este é o maior benefício que você pode promover para o seu corpo, tendo realizado alguma cirurgia recentemente ou não. Coma de forma moderada! Assim, você mata a vontade que estava pela ceia de Natal, sem prejudicar a sua saúde.